16:08

… 2.

Sou tonta, eu sei.


#31

Se você tem tudo, você não precisa de nada.

Se você não tem nada, se contenta com qualquer coisa.

Se você acha que tem tudo, nunca estará satifeito com o que tem.

Ninguém tem tudo, ninguém está satisfeito – e não deveria se contentar com qualquer coisa.

… Claro, vivemos no mundo de ninguém.


… o vento ♪♫

“Aquele dia, um algo mais, algo que eu não poderia prever.
Você passou perto de mim sem que eu pudesse entender…

Levou os meus sentidos todos pra você…”

– traduzindo: é exatamente isso.


E, então…

Quando disserem que você precisa seguir uma linha de raciocínio lógico, você tem todo o direito de discordar.

Fiquei presa em uma bolha a última semana. Não me preparei para nenhum grande acontecimento, não fiz questão de entrar em crise…

[Pausa]

… Fiz algo para promover o caos em algum momento dessa semana sim. Quis saber até onde o “eu te amo” é válido… E minha conclusão foi a que eu nunca amei, não naquele caso em especial.

Apaixonar-se é importante, é fatal, é instantâneo. É o que alguns chamam de “amor à primeira vista”, mas não é amor.

O amor nasce com o tempo. Não morre com ele. Talvez se transforme, mas não morre.

A paixão sim acaba. Morre. Ela precisa de alimento.

Na verdade, não sei explicar… nunca soube. Talvez nunca nem chegue a saber. Mas eu tenho algumas teorias…

Engraçado pensar que… É. O amor não acaba.

Já me apaixonei, já amei, já deixei morrer, já deixei o amor que sentiam por mim se transformar.

Já construí tantas barreiras, destruí tantas pontes. Já chorei e claro,já escrevi muitas músicas sobre isso também.

E ainda tenho a impressão de que não nasci pra ‘isso’.

Um teste de paciência para mim mesma, devo dizer.

Nesse momento, a única coisa que eu quero é ter certeza de que não vou errar o próximo passo. E, tratando de seres humanos e suas noções de sentimentos, espaço e tempo… Querer não é poder.

Difícil andar no escuro, mesmo quando o escuro é tão atrativo…

Nesse momento², tenho medo de ter certeza de que perdi um amor, e ganhei uma paixão. Nenhuma das coisas me agrada.

Não sei lidar com isso.

Principalmente quando eu sei que ‘não’ é válido, é garantia. E ‘sim’, é assustador.

(Para os dois casos)

Não quero sentir falta, já estou sentindo falta. E criar motivos para se sentir falta… Uff… Assustador!

Nesse momento³… Feliz.

Esperando por uma luz no fim do túnel, me entupindo de coisas para ocupar toda a minha energia acumulada e voltando a se importar com o que é, de fato, importante.

Se não assim, não seria de nenhuma outra maneira.

Sem linha de raciocínio, e apesar de usar da razão mesmo negando, eu sempre sigo a emoção.
Mas meu lado emocional tem um QI elevado!

😉

Bom domingo que já é segunda!


♪♫ – When It Rains – Paramore

OBS: Tava precisando mesmo desabafar!


Quero tudo!

Mas não sei o que quero.
Não quero me machucar.

Não quero esperar o tempo me dizer o limite de onde é seguro e os efeitos se eu quiser continuar.

Nunca fico mais de cinco minutos em um mesmo lugar…

Enfim…

… Vou deixar pra amanhã.

♪ ♫ – And I know, I’m not ready.
Yeah, maybe tomorrow.


I sold my soul…

… Just so I could feel paid
I broke my heart
So I couldn’t feel pain
I lost my faith
‘Coz I can’t justify the wait

I’ve got no hope
That’s only for losers and fakes

I’m nothing but user
And none abuser
You don’t wanna know what’s on my mind
I know I’m just a fool
but I’m not foolin’,
I’m not afraid of make fool out of myself

Fuck your money
Fuck your fame
Fuck my life
I’ll walk away
Fuck our love
Fuck I’m sorry for anything I’ve ever done

You can’t save me
You better keep yourself to someone else
Fading, I’m just fallin’ into my condition
Faded, you better put your time in somethin’ else
Save me, but don’t worry about it now
Better save your-fucking-self

I lost my mind
Just so I could escape
I still got time
But I know, is too late
I still got friends
To tell me I’m ok
I still alive
But I keep on testing fate

I’m nothing but user
And none abuser
You don’t wanna know what’s on my mind
I’m nothing but a fool
but I’m not foolin’
I’m not afraid of make fool out of myself

Try just a little, understand what I’m telling you
I’m not what you think
Start it off
Do the right thing
Life got in the way
You don’t know what to say
I’m not asking why

You can’t save me
You better give yourself to someone else
Fading, fallin’ into my condition
Faded, you better put your time in somethin’ else
Save me, but don’t worry about it now
Better save your-fucking-self


Não que eu não precise, mas eu não preciso. Não que eu não queira, mas não quero.

No final do dia sou eu, sou sempre eu.

Quantas vezes eu teria que errar para que as pessoas possam aprender que eu sou um grande erro?


E aquele velho diálogo de sempre…

Adam: [answers phone] Hello?

Emma: Hi. It’s Emma Kurtzman from Camp Weehawken.

Adam: Yes. What is it?

Emma: So my sister’s getting married in Santa Barbara tomorrow and, I don’t know. I heard your show was tonight. Congratulations.

Adam: Thank you.

Emma: I know this is random. I just, um, I miss you. I miss you so much.

Adam: Ok. I don’t know what to say. You’re calling me because you’re at your sister’s wedding and she looks happy and everyone is happy and you’re not

Emma: I thought.
[pauses]

Emma: I don’t know what I thought. I guess I wanted to hear your voice. I mean, I know we broke up but.

Adam: [interrupts] Emma. We didn’t break up. We never started. Look, I gotta go. I’m still at work. Have fun at the wedding and tell your sister congratulations for me. Bye.
[hangs up]

Emma: [looks at phone] Aw fuck.

… AW FUCK!