83.

A melhor parte do dia é quando você passa a reconhecer que seus velhos amigos, que você conhecia tão bem, não passam de desconhecidos.

 

♫ You’re desperate to hear her footsteps again
But this house is on fire
And we need to go.

Anúncios

Sagitarizando (parte II)

Sexta-feira, 27.

Fique em silêncio, evi-te quanto possível opinar ou se envolver em discussões que serviriam apenas para enfraquecer a sua opinião. Prefira o silêncio, essa atitu-de será a melhor maneira de ganhar tempo e energia.” (OESP)

“Se você não encarar o peso das fortes emoções que guarda dentro de si, como se sentir mais leve? Nem as pessoas entendem o que se passa com você. Refugiar-se para lavar a alma a vontade é uma saída. Regenera e transforma.” (UOL)

“A fase envolve decisões, especialmente no trabalho e no amor. Apesar de o astral estar mais do que pesado, há proteção. Boas novidades em seu dia a dia, com possível aprovação de projetos antigos.” (Terra)

 

Às vezes é só uma questão de não acreditar.

 

♫ You’ll learn do hate me.

But still call me, baby.

Love… So call me by my name.


Guns and Horses ♪

It’s time to come clean and make sense of everything
It’s time that we found out who we are
‘Cause when I’m standing here in the dark
I see your face in every star

“(…) Por acaso eu enxerguei alguma coisa diferente naquele dia, e por acaso eu descobri que o mesmo acaso já tinha me dado outras oportunidades.”

É que o acaso ajuda, mas não resolve.


#82

O que o tempo não conseguir apagar, alguma música vai ter fazer lembrar.

 

 

♫ Pretty eyed, pirate smile, you’ll marry a music man


Is love alive?

I still believe in summer days.
The seasons always change
and life will find a way ♫

Claro,
Em algum momento viria à tona.
Sempre vem.

É assim que é, assim que sou… Que gosto de ser.

Is love alive?
Yes, it is.

Ele só está mais maduro e mais honesto.

E para minha surpresa, dentro de mim…

Nem tudo mudou.

Tanto faz.

Nem pensei.

Só o tempo irá dizer.

 

 

E não é que ele disse?

O que os anos não são capazes de fazer, mesmo quando não fazem absolutamente nada… É.

=)

♫ O mundo dá voltas.


Não é falta de amor.

É ausência.

E não há nada que algumas horas de choro ressentido no ursinho de pelúcia não amenize.

Choro ressentido… Como aqueles de crianças pequenas, que vem do nada e cessam do nada… Daqueles sem motivo.

É falta de razão… Ou melhor, ausência de emoção.

É o fato de não ter e, consequentemente, não sentir. E, talvez, por isso não poder retribuir ou, como eu digo, distribuir.

De tantas teorias criadas, a minha já re-re-readaptada fez sentido, mais uma vez.

E não quer dizer que eu esteja certa, mas é uma explicação plausível porque, ultimamente, ao ouvir que alguém me ama, não consigo responder…

Sinto uma falta de honestidade, da minha parte, em responder que amo de volta. Nesse momento não existe nenhum resquício de amor dentro de mim. O que eu tinha ou congelou, empedrou, estragou, vazou, evaporou. Não sei…

Talvez ele só esteja escondido em algum fundo de gaveta, dentro de mim. Realmente, não sei.

E claro, não é compreensível, são coisas que só eu entendo.

Não é justificativa e não é justo, mas é como eu me sinto.

Sei o quanto é ruim ter essa consciência, sei que é o tipo de coisa que machuca. E tenho alguma ideia esperançosa de que seja temporário…

Recurso emocional esgotável, é, talvez.

Continuo sem saber.

♪  

And I don’t know
I could crash and burn but maybe