Segunda: o segundo do segundo…

E começou mais uma vez a outra metade.

Porque é mais simpático da nossa parte pensar em inicio, sendo que estamos na parte do ‘meio para o fim’.

Passou voando, como todos os outros anos que ninguém se deu conta de que acabou.

É hora daquele famoso ‘balanço’.

 

Ou… Seria, não fosse o fato de que não houve nada que se fizesse pesar.

 

Quer dizer…

 

Talvez esteja (eu) aprendendo a lidar com a realidade que não crio.

E ao ‘não criar’ de tempestades em copos d’água.

 

Aprendendo a lidar com o nada…

Aprendendo a deixar de lidar com o tudo, sem que haja necessidade.

 

É difícil, em qualquer uma das interpretações.

 

Aprendendo a lidar com a falta de conversas interessantes.

Aprendendo a lidar com a mesmice do ser humano.

Aprendendo a ser adulta.

Aprendendo a fazer planos.

 

Lidar e agir estão em campos distantes, vejo bem.

 

Vamos esperar… De repente é só isso o que me resta por hora.

 

 

♫ Sour candy endings…and I was barely even there.

 

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s