PS: No.Venta

Caso queira saber…

Por amor a você, desejo que seja muito feliz.

Por amor a mim, desejo nunca ter que testemunhar esse meu desejo.

♫ It’s ok not to be ok.


The Master Plan

Não há leitura por falta de texto.

Não há texto por falta de tempo

E, por falta de tempo…

A falta de história para viver e para contar.

 

E aí, tendo o nada para ocupar a mente, parei para refletir mais uma vez sobre o que acabou.

Percebi que não houve erro, foi sempre como deveria ser.

Não foi falta, não foi ausência, não foi medo… Não ficou nada a se esclarecer.

 

Foi tudo tão claro, que esse excesso cegou o senso.

 

E entendi que, assim como eu, você fez o melhor. Mesmo quando o melhor não foi o suficiente, pelo simples fato de que o que é suficiente para mim não é para você.

 

Sim, não nego que sinto saudade, mas saudade porque acabou. Não sinto falta, não quero de novo.

 

E eu não faria nada diferente.

 

Hoje já não me sinto culpada, e nem culpo ninguém… É…

 

 

♫ I’m not saying right is wrong
It’s up to us to make
The best of all the things that come our way
Coz everything that’s been has past
The answer’s in the looking glass
There’s four and twenty million doors
On life’s endless corridor ♪

 

 

 

 

 

 

 

 


89.

A velha mania de usar a ausência de alguém para justificar a sua própria ausência.

 

 

É fácil culpar o outro quando não queremos admitir que no fundo é uma decisão nossa, e talvez não faça a mínima diferença estar lá… Ou não estar.

 

 

 

♫ Sometimes I think that it’s better to never ask why


E como nunca mais…

Tem sido difícil, e talvez não seja assim apenas pra mim… Talvez eu nem esteja tão mal assim, comparada a tantos outros… E isso faz com que a gente acabe aceitando a nossa condição, que não é boa… Que, aliás, é muito ruim, mas poderia ser pior. Jeito estranho de enxergar.

Viver é difícil.

Aceita-se muita coisa esperando encontrar uma coisa que, de fato, não se pode tocar.

Às vezes a gente chega no fim do túnel, né?

E, às vezes, a luz que a gente enxerga é só mais um trem que passará por cima de você.

Só tentando não surtar.

♫ But just because it burns
Doesn’t mean you’re gonna die
You’ve gotta get up and try


Postergar.

Resume bem o que resolvi fazer nesse momento.

 

 

Porque, até o ato de não fazer alguma coisa já é um ato em si.

Quando o futuro se torna presente antes de ser momento… O simples fica complicado.

 

 

 

♪ Why do you have to go and make things so complicated?


8.8

De repente, tudo o que eu preciso é da presença constante…

Para que eu possa me cansar dela mais rápido, e me afastar.

(Não que seja uma regra, mas acontece com frequência)

♪ Isn’t it ironic, don’t you think?


Mais alguns dias…

E vem a primavera…

O que é engraçado se parar pra pensar.

 

Não que eu não goste de flores, só digo que não gosto de ganhar, porque não sei como cuidar.

Os jardins rejeitam meu modo de lidar com eles, e eu ignoro a necessidade de regar as flores todos os dias.

 

Acho que é melhor deixar a natureza agir, nesses casos. E melhor que só ela tenha essa beleza particular. Não quero roubar as flores do habitat natural pra guardar na minha mesa da minha sala, ou no meu quintal.

 

Enfim…

 

Hoje a minha visão é bastante diferente da que eu tinha tempo atrás…

 

Aí, eu entendi que não é que eu não saiba cultivar o jardim para atrair as borboletas… É que eu não quero atrair nenhuma borboleta mesmo…

 

Nunca, minha vida foi tão calma, e tão movimentada.
“Existem outras coisas”

 

Quintana não estava tão certo. Às vezes a gente só precisa entender o que quer, mas principalmente o que não quer, para não ter que se esforçar em perder.

 

Sei lá.

 

De repente eu não sou tão madura assim. E de repente eu sou mais do que eu deveria ser.

 

A realidade me choca com alguma frequência.

 

Não tem sido dias fáceis. Mas eu tenho vivido com facilidade.

E as doses de alegria? Essas eu tenho visto e experimentado por aí.

 

Não é um 100%, mas é uma variável que tem me feito bem.

 

 

Se falta alguma coisa? Se eu parar para pensar, às vezes falta, mas aí, não falta, porque eu nunca tive, então como é que eu posso dizer uma coisa dessas.

 

E aí, mais uma vez eu entendi que é… É o tipo de coisa que, não tão cedo, eu quero ter.

 

 ♪ I’m brave but I’m chicken shit
I’m sick but I’m pretty baby

And what it all boils down to
Is that no one’s really got it figured out just yet