Less than…

♫ Perfect. 

Tá faltando tempo pra perceber o quanto tem gente perdendo tempo esperando o tempo dos outros.

E não, não estou falando de mim.

Eu costumo gastar dinheiro à toa, não tempo.

Sabe, esses dias estava voltando para casa, depois de um dia chato e feio e BOBO, quando me ligaram – um dos maiores amores da minha vida – e pediu pra eu esperar. Obviamente eu esperei, isso seria um custo que me traria muito benefício. Aí, a gente voltou pra casa, e ele foi embora, e disse “te amo”, eu respondi “te amo”. O olhar das pessoas que estavam no vagão era de completo estranhamento, como se eu fosse um E.T. e você não pudesse dizer eu te amo em voz alta para o seu amigo.

(entendam, amores da minha vida, na minha vida pessoas que eu amo muito)

Não entendo como as pessoas estranham isso, e não estranham outras coisas, ou falam de amor sem que seja de verdade. Ou não falam quando é de verdade.

Sei lá, o mundo é todo errado.

A gente vive em uma selva, e a lei é Salve-se quem puder – e ponto!

E aí, eu percebi que o meu problema é o ser humano, e a minha obrigação de ter de conviver com todos eles. Isso não devia ser obrigação. Mas é. E eu tenho  feito isso direitinho, mas as outras pessoas não.

Infelizes, que são, querem que eu me sinta infeliz também, mas aí, por outro lado, existem as outras pessoas.

A vida é muito misturada.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s