Passando a limpo…

… Querido diário…

Querido…

Diário…

Diário?

De todo ‘santo’ dia… de rotineiro… cotidiano conturbado?

Dos dias como esse, seja chuvoso… ensolarado?

Dos dias vividos, sonhados, pensados ou mal dormidos…

Dos dias que passaram e dos que estão por vir…

Do cappuccino, do cinema, do Doritos e do chocolate branco…

Das lágrimas sem motivos… das alterações hormonais…

Dias de momentos consigo mesmo… das lembranças… dos desapegos…

Das irrelevâncias substancialmente relevantes que funcionam como um despertar de coisas que estão adormecidas, e disfarçadamente esquecidas…

Daquele “dia qualquer”…

Dos dias que todo mundo tem…

… UM DIA!?

 

(janeiro/2010)

 

♪ On top of the world