Conversas perdidas

Algumas das conversas mais honestas são, justamente, aquelas que eu nunca tive com ninguém, a não ser comigo mesma.

Ensaio falas que guardo pra usar no momento que essas conversas deixarem de ser coisa da minha imaginação. E, ao mesmo tempo, penso se vale toda ou qualquer conversação.

Bem verdade que o que não foi dito não fez diferença. Bem verdade que o tom das minhas conversas mudam de acordo com o meu humor.

E a conclusão é sempre a mesma.

Melhor mesmo, é não dizer….


Por entre um começo e um fim…

Um meio sem termos.
Nem falta de excessos. 

Mas…

E se todas vezes que discuto comigo mesma, eu perco?

E se encontro mais do mesmo? As mesmas falhas e as mesmas desculpas.

E se faço malas com a pressa de quem já precisa partir, mas não durmo porque não quero ir?

Talvez eu não queira mesmo voltar, pode ser.

Sei bem.

(8) what about yesterday…